O projeto Escolhe a Vida surgiu no período pré-JMJ 2013, onde um grupo de pessoas participantes de movimentos de defesa da vida tiveram a idéia de aproveitar o maior evento da Igreja Católica no Mundo, a JMJ, para semear nos corações a compreensão e reconhecimento da vida intra-uterina.

A idéia se desenvolveu e amadureceu, chegando na criação de uma réplica de bebê de 12 semanas de gestação para distribuição aos jovens participantes da Jornada Mundial da Juventude no Brasil. Para compor a idéia foi projetado um folder explicativo contendo embasamento técnico-científico originado de grandes autores da biologia, medicina e embriologia, no intuito de fortalecer e solidificar os argumentos. Por outro lado, elaborou-se um breve histórico de menções dos Papas e Santos da Igreja, aliados à palavra bíblica, para exortação espiritual dos fiéis católicos.

Para a Jornada Mundial da Juventude foram produzidas mais de 191 mil "kits", que foram distribuídos por voluntário em atividades durante a JMJ, levando a boa nova à milhares de peregrinos de mais de 40 países (identificados).

Após a JMJ observou-se a necessidade de manter a produção das réplicas, que se mostraram possuir grande função evangelizadora e esclarecedora para os jovens.

A partir deste momento o projeto toma um novo rumo, no intuito de facilitar a compra dos "kits" por qualquer grupo, paróquia ou movimento que tenha interesse em utilizar este material.

Tendo em vista o cumprimento dos prazos previstos para as atividades preparatórias da Jornada Mundial da Juventude 2013, a organização do evento informou à Campanha Escolhe a Vida que o número de kits obtidos até o momento não será suficiente para colocar em todas as mochilas dos jovens inscritos, mas se ofereceu para distribuir entre os jovens dos diferentes países e regiões todos os kits que estiverem prontos até o final do mês de abril.

Assim, foi estabelecido pela Campanha o dia 15 de abril como data limite para o recebimento de doações destinadas à produção dos kits. É muito importante o empenho de todos nós no sentido de divulgar o prazo e agilizar a doação dos interessados em semear a Cultura da Vida no coração dos jovens da JMJ.

Compartilhamos aqui a carta de Dom Antônio Augusto, destinada a todos os Bispos, sobre a Campanha Escolhe a Vida.

LEIA A CARTA

 

 

Dom Antônio Augusto Dias Duarte

  • Bispo Titular de Tuscamia e Auxiliar do Rio de Janeiro;
  • Um dos Bispos responsáveis pela organização da JMJRio2013

Leia mais informações sobre Dom Antônio Augusto 

 

“Para mim a defesa da vida é questão de justiça e de gratidão. Se eu tivesse sido abortada, não estaria aqui agora.” (R H R)

“Já tinha feito minha doação e divulgado a campanha para meus contatos. Mas depois lembrei de outras pessoas e continuo divulgando.” (L. M. L.)

“Eu quase não saio de casa, mas falo sobre a Campanha dos jovens com cada pessoa que entra aqui. Todos contribuem.” (M. A. M. S. 86 anos)

“Essa é a Campanha mais importante que já vi! Ela salva a vida!”

  • Por todos que acolhem essa campanha de promoção da vida humana porque compreendem a importância de informar milhões de jovens da JMJ sobre a realidade e o valor da vida humana desde a concepção;

  • Por todos que têm incluído a promoção da vida em suas orações, especialmente pelos que o fazem a partir da Campanha;

  • Por aqueles que têm contribuído para semear a Cultura da Vida com a doação de pequenos ou de grandes valores, conforme suas possibilidades, especialmente pelos que o fazem com sacrifícios pessoais;

  • Por todos que colaboram com a Campanha, divulgando-a diariamente entre seus familiares, amigos e contatos;

  • Pelos jovens que têm doado seus conhecimentos e seu tempo tão precioso para se dedicarem a essa Campanha, que levará outros jovens do mundo inteiro a compreenderem um pouco mais sobre a importância da vida humana desde seu início.

Que Jesus Cristo, o Senhor da Vida, faça frutificar o esforço e a dedicação de cada um, abençoando suas vidas e famílias com muita paz!